br ar    v a l v

Apoiantes da candidatura de Edgar Silva em acção de contactos na freguesia de Válega PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Gabinete de Imprensa da Comissão de Ovar da candidatura de Edgar Silva   
Segunda, 04 Janeiro 2016 22:22

Edgar Silva, candidato à Presidência da República

No domingo, 3 de Janeiro, activistas e apoiantes da candidatura de Edgar Silva à Presidência da República deslocaram-se a Válega (Ovar) para estabelecer contacto com a população distribuindo documentação de campanha.

A candidatura de Edgar Silva é a única que invoca a defesa e o exercício da Constituição da República Portuguesa como elemento central, afirmando que o Presidente da República tem o dever de a intransigentemente defender, cumprir e fazer cumprir.

Apoiantes da candidatura de Edgar Silva em acção de contactos na freguesia de Válega

O país não precisa de um Cavaco Silva a cores. É preciso impedir que a Presidência da República seja assumida por personagens que, após jurar defender a Constituição, mas não fazem que violá-la reiteradamente; é preciso um presidente que seja o fiel garante do cumprimento da Constituição. Neste sentido, o percurso de vida de Edgar Silva, de luta pelos direitos dos trabalhadores e do povo português, de décadas de luta por um Portugal de justiça social, soberano e desenvolvido, torna-o no candidato mais bem posicionado para garantir o cumprimento do texto fundamental do país.

Os apoiantes da candidatura de Edgar Silva continuarão a levar a cabo sucessivas jornadas de esclarecimento no sentido de fortalecer ainda mais, a cada dia que passa, a candidatura portadora dos valores de Abril.

Apoiantes da candidatura de Edgar Silva em acção de contactos na freguesia de Válega

Apoiantes da candidatura de Edgar Silva em acção de contactos na freguesia de Válega

 
PCP promove abaixo assinado junto dos moradores pela segurança na EN327 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão de Freguesia de S. João de Ovar do PCP   
Domingo, 03 Janeiro 2016 22:05

A E.N. 327, no troço que se estende desde a rotunda do Pingo Doce até à passagem superior da A29, com cerca de 3 Km, é uma via estruturante para o concelho – liga-nos a Santa Maria da Feira, São João da Madeira e Oliveira de Azeméis. Por estas razões, esta via mantém um tráfego intenso, mas é uma fonte permanente de insegurança para a população e deveria ser alvo de uma intervenção muito urgente pelas seguintes razões:

  • O piso encontra-se bastante gretado, desnivelado, possui imensas tampas de saneamento soltas e muitas lombas ao longo da via, bem como um traçado da via inadequado.
  • Não existem guias de sinalização na via, o que coloca em perigo a circulação, especialmente a nocturna, devido à fraca visibilidade das guias e separadores na via.

Estado de degradação da via e ausência de guias de visibilidade

  • Possui sinalização vertical inadequada, frequentemente avariada, nomeadamente os semáforos, junto ao centro de São João de Ovar e junto ao café Planalto.

Fim de proibição de ultrapassagem (antes da curva, sem visibilidade)

  • Das sete passadeiras existentes ao longo da via, 3 estão junto a paragens de autocarro e à Escola Primária. Já ocorreram 3 atropelamentos de crianças, nos últimos 2 anos, junto às passadeiras com paragem de autocarros, onde entram e saem quando se deslocam para a escola.
  • Os passeios, recentemente reparados, estão levantados, partidos e desnivelados, colocando em perigo a circulação dos peões, tendo já ocorrido quedas, sobretudo das pessoas mais idosas; dever-se-ia accionar urgentemente a garantia da obra e reclamar a sua reparação imediata.

Degradação dos passeios, reparados recentemente

  • Em termos gerais, em toda a via, os acidentes são muito frequentes: só a seguir à curva das Bombas Vieira, no sentido descendente, nos últimos 3 anos, já ocorreram 7 acidentes.

Local de acidentes frequentes; degradação da via, ausência de guias horizontais e traçado inadequado dos passeios

Na sequência destes problemas, e tendo em conta que já foram repetidamente denunciados em sede institucional - pelo eleito do PCP e pelo público na Assembleia Municipal e pelo eleito na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias - o PCP promoverá um abaixo assinado no sentido de envolver a população na resolução definitiva destes problemas que afectam o seu dia-a-dia.

Neste abaixo assinado é solicitada a reparação da via e das tampas de saneamento soltas; a reparação dos passeios; a construção de passadeiras ligeiramente elevadas em locais de maior densidade populacional, bem como a reconversão das já existentes; a colocação de bandas redutoras de velocidade, de lombas limitadoras, de semáforos limitadores de velocidade ou outra solução tecnicamente viável que dê mais segurança aos transeuntes, especialmente às crianças e aos idosos, com especial destaque nas passadeiras existentes junto à Escola Primária e às paragens de autocarros.

A Comissão de Freguesia de S. João de Ovar continuará um trabalho de proximidade junto da população, envolvendo-a na reivindicação da correcta atribuição dos dinheiros públicos na sua qualidade de vida das populações, e em especial na sua segurança.

 
Mensagem de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral | 2016: Um ano novo melhor! PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Partido Comunista Português   
Terça, 29 Dezembro 2015 22:17

Vamos iniciar um novo ano!

Um ano novo que para a grande maioria dos portugueses surge, carregado de esperança, tão duros e difíceis têm sido os tempos que temos vivido e que ainda vivemos.

Tempos dolorosos para milhões de portugueses. Para aqueles que foram forçados a emigrar, para os que aqui ficaram e aspiram a ter um emprego que lhes tem sido negado, para os que vivem uma vida precária, porque precário é o seu trabalho, para os que empobrecem a trabalhar, para os muitos que anseiam a um salário digno e o têm visto sistematicamente desvalorizado, como desvalorizadas têm sido as reformas e as pensões. Para os muitos que viram definhar as suas actividades empresariais e destruídas as suas vidas com a política de ruína prosseguida. Para os que se viram privados do direito à saúde, à educação, à protecção social, a viver com dignidade e em segurança.

Neste momento que se abre uma nova perspectiva, uma nova fase na vida política nacional, que urge transformar num tempo novo de realização concreta com a luta e o empenhamento dos trabalhadores e do nosso povo, certos de que nada cairá dos céus, a todos reafirmamos que podem contar com o PCP.

Este partido que jamais deixará de honrar os seus compromissos e age para assegurar para Portugal um rumo de desenvolvimento económico, progresso social e independência nacional e garantir uma vida melhor para os portugueses.

Deste partido que tem propostas – uma política patriótica e de esquerda - cuja concretização permanece como a grande solução para os problemas do País.

Vamos iniciar 2016 firmes no propósito de que é possível transformar a nossa vida colectiva e romper com a política de declínio nacional. Somos dos que não querem apenas que algo mude para que tudo fique na mesma. Somos dos que querem rumar na direcção certa, que nos conduza à criação de emprego, à reposição de salários e rendimentos, à devolução de direitos laborais e sociais, ao apoio às pequenas e média empresas, aos reformados, aos jovens e que conduza à concretização de uma nova política que responda aos anseios e aspirações dos trabalhadores e do nosso povo.

Encaramos 2016 com confiança! A confiança dos que sabem que é possível um Portugal mais justo, mais solidário e mais desenvolvido.

 
As Vicissitudes da Requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar, em Esmoriz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Terça, 29 Dezembro 2015 17:19

A Câmara Municipal de Ovar aprovou, na sua reunião de 2 de Outubro de 2014, a adjudicação da empreitada do projecto de “Requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar, em Esmoriz” pelo valor de 338.252,39 euros, à entidade Construlordelo – Construções Unipessoal Lda.

Foi anunciado, na altura, pela Câmara, que esta obra pretendia "reformular a Rua e a Praça dos Combatentes do Ultramar (envolvente ao Mercado de Esmoriz), bem como a Rua dos Bombeiros e a Rua Professor Lopes Araújo, ao nível dos revestimentos dos pavimentos e ao nível da organização dos espaços, conferindo a esta zona melhor funcionalidade, mobilidade e circulação."

Estado da obra

No entanto, estas obras têm sido marcadas por vários problemas criados à população. Alertados pelas queixas de diversos feirantes e comerciantes locais, que dão conta do prolongamento excessivo do prazo destes trabalhos, militantes do PCP visitaram o local de forma a poder conhecer melhor as várias intercorrências das obras. Deste modo, o PCP alerta para os seguintes pontos:

1. Relativamente aos arruamentos, não parecem definidas claramente as fronteiras entre a circulação pedonal e a rodoviária, permitindo o acesso de viaturas a zonas que deveriam estar exclusivamente destinadas à circulação de pessoas, nomeadamente em dias de mercado;

Áreas de circulação mal definidas

2. Quanto a acessibilidades, esta intervenção promove barreiras arquitectónicas num dos principais edifícios comerciais desta área, a Norte do hotel; estes obstáculos são particularmente gravosos para pessoas com limitações motoras;

Barreiras arquitectónias junto aos edifícios

3. No que respeita à segurança, a norte da praça, esta obra criou ressaltos sem protecção, com altura suficiente para pôr em risco a integridade física dos transeuntes;

Ressaltos sem protecção

4. O ajuste da obra à sua função é outro aspecto importante a esclarecer: por exemplo, saber se esta praça estará adaptada à fixação das coberturas dos feirantes;

5. Considerando a qualidade da informação que deve ser prestada pela edilidade aos cidadãos, importa referir que os painéis informativos não informam sobre a data de início da obra, como estipula a Lei, pelo que aferir se a realização da empreitada está a decorrer em tempo útil se torna uma tarefa impossível para o cidadão. Cabe ao PCP questionar a Câmara Municipal de Ovar: para quando painéis informativos mais esclarecedores?

Os painéis "informativos" não informam sobre a data de início da obra!

6. Finalmente, sendo o prazo de execução da empreitada a principal fonte de preocupação dos feirantes e comerciantes locais, interessa saber qual a data efectiva de início da obra e, sobretudo, qual a data de conclusão prevista para a mesma. Para o PCP, é importante saber se a Câmara Municipal de Ovar tem a noção dos prejuízos que o prolongamento desta obra causou aos feirantes e a toda a sua periferia comercial, e se tem ainda um plano de contingência para ressarcir os lesados por esta situação.

O PCP continuará a sua intervenção junto dos feirantes e comerciantes locais apresentando toda a sua disponibilidade para reclamar pela satisfação das suas inequívocas necessidades, assegurando os seus direitos e a correcta orientação dos dinheiros públicos para os justos interesses da população.

 
O Bairro do Lamarão não pode ser esquecido! PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quinta, 10 Dezembro 2015 16:12

Militantes do PCP com moradores

No passado fim-de-semana uma delegação do PCP esteve numa visita ao Bairro do Lamarão, onde foram contactados diversos moradores para auscultar as suas preocupações e necessidades. Destes contactos resultou a detecção de diversos problemas, alguns dos quais, na óptica do PCP necessitam resolução urgente.

Na Travessa Dr. Cunha foi encontrado um problema já anteriormente denunciado pelos comunistas mas que, apesar disso, ainda não teve qualquer resolução por parte do autarquia. No final desta travessa, num beco localmente conhecido como "Rua do Poço", encontram-se alguns moradores “acantonados” em casas muito rudimentares, sendo que 6 delas não contam com acesso a saneamento e 4 não contam sequer com água potável canalizada. Relativamente ao saneamento a questão parece prender-se com a quota baixa a que se situam as habitações. Neste sentido, o PCP questionará a Câmara sobre que soluções poderão ser encontradas para estas famílias, uma vez que não é aceitável que estas pessoas, em pleno centro de Ovar, tenham de encontrar soluções alternativas para as suas necessidades. A questão da água potável é igualmente grave uma vez que, segundo os moradores, "apenas" não foi construído o ramal de acesso, não parecendo aqui existir obstáculo técnico de maior à sua ligação. De referir ainda que na área mencionada o pavimento apresenta sinais de cedência, que importa reparar.

Piso com sinais de cedência na "Rua do Poço"

Relativamente aos arruamentos, designadamente na Rua Dr. Cunha, os passeios estão degradados; são várias as grades das águas pluviais que apresentam sinais de cedência, sendo que algumas destas grades, pela sua dimensão, são periodicamente veículo de maus cheiros. Aliás, em todo este bairro existe uma enorme indefinição entre as vias pedonais e a via rodoviária. É hora de repensar numa intervenção integrada que torne as infraestruturas públicas esteticamente mais agradáveis, ordenadas e salubres, em complemento com os objectivos de reabilitação Área de Reabilitação Urbana (ARU) de valorização do nosso património e identidade locais.

Passeios degradados no Bairro do Lamarão

É conhecido de todos que desde há muitos anos este bairro está apetrechado com balneários colectivos, que foram construídos para suprir as necessidades de casa de banho, abastecimento de água e saneamento, de muitas famílias daquele bairro. Hoje, tendo deixado de ser um equipamento de primeira necessidade para uma grande parte destes moradores, ainda é um bem essencial e único para alguns deles que não dispõem de água quente em casa. Mas não só: actualmente estes balneários servem indivíduos e famílias vindas de paragens um pouco mais distantes, como por exemplo, Carregal, Ponte Nova e Marinha. Servem também alguns elementos da comunidade cigana, imigrantes que se encontram em condições socialmente delicadas, assim como pessoas sem-abrigo.

No entanto, e segundo a informação prestada, o balneário não faz stock de garrafas de gás para aquecimento da água, criando períodos de inactividade deste equipamento quando o gás da garrafa acaba. Num momento em que a Câmara Municipal de Ovar se vangloria da sua disponibilidade financeira, não será certamente pela falta de recursos financeiros, mas de um planeamento desadequado, que importa corrigir.

Balneários junto ao Bairro do Lamarão

Ainda relativamente aos balneários, o PCP acompanha a preocupação dos moradores sobre a possibilidade da Câmara Municipal de Ovar fechar estas instalações. Neste contexto, o seu eleito municipal questionará a Câmara sobre a veracidade desta informação.

O PCP, numa política de proximidade, continuará os seus contactos junto da população, prestando contas do trabalho realizado, sempre no sentido da resolução dos seus legítimos anseios, da garantia dos seus direitos e da justa aplicação dos dinheiros públicos para a sua concretização.

 
Encontro de Edgar Silva com pescadores de Esmoriz | Sexta 18/Dezembro, 15h | Lota de Esmoriz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 09 Dezembro 2015 18:18

Encontro de Edgar Silva com pescadores de Esmoriz | Sexta 18/Dezembro, 15h | Lota de Esmoriz

Edgar Silva, candidato à Presidência da República, estará na próxima  sexta-feira, 18 de Dezembro, em contactos com os pescadores de Esmoriz.

O encontro será às 15h junto à Lota de Esmoriz.

A difícil situação em que se encontra o sector da pesca traz graves consequências quer a nível de sustentabilidade do sector, quer a nível social. Este rumo tem de mudar e aos pescadores deve ser dada a devida importância e dignidade no trabalho.

Vejamos os pescadores de sardinha, que são obrigados a parar de pescar e depois desesperam para receber os devidos apoios prometidos, que mesmo assim são insuficientes.

Ou os pescadores da arte-xávega que vêem a resolução dos seus problemas adiada sucessivamente por falta de vontade política.

Assim como também os pescadores das redes “majoeira” que entregaram uma petição na Assembleia da República com mais de 1400 assinaturas e ainda esperam para ser ouvidos na Comissão de Agricultura e Mar.

Tem de ser ouvida a voz dos pescadores! Participa!


 
Jantar-comício com Edgar Silva | Sexta 18/Dezembro, 20h | Salão Banda Visconde de Salreu PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 09 Dezembro 2015 18:09

Jantar-comício com Edgar Silva | Sexta 18/Dezembro, 20h | Salão Banda Visconde de Salreu

No dia 18 de Dezembro, pelas 20h00, terá lugar um jantar-comício com Edgar Silva no Salão da Banda Visconde Salreu (Estarreja).

Esta é uma importante iniciativa, divulga-a junto de camaradas e amigos!

no dia 18 de Dezembro, pelas 20:00, terá lugar um jantar-comício com Edgar Silva no Salão da Banda Visconde Salreu (Estarreja).

Esta é uma importante iniciativa num período normalmente marcado por muitas iniciativas do movimento associativo, sindical e outras de cariz mais informal, pelo que se apela a que desde já marques na tua agenda este evento e o divulgues junto de camaradas e amigos.
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 124