br ar    v a l v

Festa do Avante! 2015 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Terça, 01 Setembro 2015 12:05

Festa do Avante! 2015

Onde comprar a EP (Entrada Permanente)?

Apenas 23€ por três dias de Festa!

Centro de Trabalho do PCP (Ovar) – Praça da República, 7 (junto à Câmara Municipal)

Horários: Segunda a sexta das 21h às 23h

Sábados: 10h às 12h30 e das 21h às 23h

Contactos/Reservas: 918727447 | 963261148 | 910168446 | Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


Excursões

Excursão sem estadia - Saída Espinho, paragens Ovar, Válega (conforme as inscrições)

Ida: sábado 5/Setembro, manhã | Regresso: domingo 6/Setembro, noite

Inclui: EP + Autocarro ida e volta

Contactos: Ilídio Costa (933832054)  |  João Costa (967503928) [Organização de Ovar do PCP]


Excursão com estadia incluída - Saída Espinho, passagem vários concelhos

Ida: sexta 4/Setembro, manhã |  Volta: domingo 6/Setembro, noite

Inclui: EP + viagem + 2 noites hotel + pequeno-almoço + transporte Hotel D Festa (3 dias)

Opções: Quarto para duas pessoas | Quarto individual

Contactos: Fernanda Simões (966728971) | Estela Martins (924406194) [DOR Aveiro do PCP]


Comboio da Juventude (JCP) - Paragens em Ovar e Aveiro

Ida: sexta 4/Setembro, 11h00

Regresso: segunda 7/Setembro, 8h30, chegada Ovar início tarde

Inclui: Comboio + EP

Contacto: 925194840 | 910771924


Mais informações

www.festadoavante.pcp.pt

 
Jornada regional em defesa do SNS marca presença em Ovar PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Coordenadora de Ovar da CDU (PCP-PEV)   
Terça, 01 Setembro 2015 11:40

Jornada regional em defesa do SNS marca presença em Ovar

A CDU promoveu, dia 27, uma ampla jornada regional dedicada ao Serviço Nacional de Saúde, desdobrando-se em várias iniciativas em todo o distrito de Aveiro com os seus vários candidatos e muitos activistas, contactando milhares de profissionais e utentes. Esta jornada teve expressão em Ovar onde o colectivo da CDU, incluindo Carlos Ramos, candidato às próximas eleições legislativas, marcou presença em várias unidades de saúde do concelho contactando centenas de utentes do Hospital Dr. Francisco Zagalo, da USF João Semana, da USF S. João de Ovar, da USF Barrinha e da USF Alpha.

Nos contactos efectuados, os utentes foram alertados para o rumo de desmantelamento do SNS, que sofreu um ataque sem precedentes com o governo Passos/Portas. Mas a CDU alerta igualmente que este é um rumo que de forma nenhuma é recente, resultando sim de décadas de políticas anti-sociais por sucessivos governos PS, PSD, com ou sem CDS. São disto exemplos o encerramento de valências, a criação de taxas moderadoras que dificultam o acesso à saúde, os entraves ao transporte não urgente de doentes, a degradação das infra-estruturas, o desrespeito pelos compromissos assumidos com os profissionais de saúde.

Neste sentido, a CDU fará nas próximas eleições toda a diferença face à continuidade das mesmas políticas assegurada pelos programas dos partidos do arco da dívida, propondo à população a reversão das políticas que levaram ao SNS ao estado em que se encontra.

Jornada regional em defesa do SNS marca presença em Ovar

É necessária uma política de valorização dos profissionais do SNS que pugne pela melhoria das suas condições de trabalho, contratando profissionais onde são necessários em vez de sobrecarregar os existentes. É preciso acabar com as taxas moderadoras e as limitações ao transporte não urgente de doentes, que diariamente e por dificuldades económicas dissuadem milhares utentes da utilização dos serviços de saúde por todo o país.

A CDU também sempre se manifestou pela manutenção de uma rede hospitalar que garanta uma carteira de serviços públicos de saúde de qualidade e de proximidade com as populações, opondo-se aos sucessivos encerramentos de valências (como foi, em Ovar, o caso das urgências e do serviço de pediatria), mas também noutros pontos do distrito (Águeda, Estarreja, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis).

Ao mesmo tempo, a CDU sempre pugnou pelo reforço urgente dos cuidados de saúde primários, quer nos seus meios humanos (garantido médico de família para todos os portugueses), quer nas infra-estruturas, quer nos horários de atendimento, bastante limitados em várias unidades de saúde do concelho. É ainda de lamentar a situação da USF de Válega, que se encontra há anos a funcionar em contentores, o que de forma alguma dignifica a sua função.

Como diz a CDU no seu programa, os meios existem, mas são direccionados para as prioridades de um governo ao serviço do capital: pagamento de juros agiotas de uma dívida que o governo se recusa a renegociar, financiamento da banca privada, PPP's, entre muitos outros exemplos. Nas próximas eleições o que estará em causa são ou opções políticas que continuem a apostar na privatização da saúde com a entrega crescente de serviços a privados, ou opções políticas que defendam o reforço do Serviço Nacional de Saúde público, universal e gratuito, como a CDU tem defendido coerente e intransigentemente.

Jornada regional em defesa do SNS marca presença em Ovar

Jornada regional em defesa do SNS marca presença em Ovar

MAIS FOTOGRAFIAS

A jornada regional em defesa do SNS marcou presença em Ovar junto do Hospital Dr. Francisco Zagalo, da USF João Semana,...

Publicado por CDU Ovar em Terça-feira, 1 de Setembro de 2015
 
CDU promove debate sobre a orla costeira PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Coordenadora Eleitoral do distrito de Aveiro da CDU (PCP-PEV)   
Sexta, 28 Agosto 2015 16:29

Miguel Viegas, Tânia Simões e Antero Resende no Furadouro

No âmbito do acampamento nacional da Ecolojovem, organização de juventude do Partidos Ecologista "Os Verdes", decorreu na praia do Furadouro, concelho de Ovar, um debate da CDU ao ar livre sobre a orla costeira. Participaram neste debate, para além de Miguel Viegas, cabeça de lista da CDU pelo distrito de Aveiro, os candidatos Tânia Simões e Antero Resende.

Perante largas dezenas de veraneantes, foi possível debater um conjunto de questões de grande importância para a região de Aveiro, fortemente fustigada pelas investidas do mar que ameaçam as populações e seus bens. A análise da situação da orla costeira implica, desde logo, julgar todos os autarcas que foram acumulando erros de planeamento, cedendo aos interesses imobiliários e licenciando construções em cima da Costa com prejuízos irreparáveis para a duna primária. Implica também avaliar os muitos milhões de euros gastos em intervenções avulsas, feitas sob pressão dos acontecimentos e de forma completamente atabalhoada.

CDU debate a erosão da orla costeira na Praia do Furadouro

Conforme ficou expresso, a solução deste problema complexo não se compadece com voluntarismos de autarcas locais, implicando antes, como a CDU tem defendido desde sempre, uma abordagem global e integrada que tenha em conta a dinâmica dos sedimentos ao longo da costa e as implicações de cada intervenção a jusante. Neste sentido, a CDU defende soluções de curto prazo que possam defender as populações que não podem ser culpadas pelos erros dos autarcas que não souberam antecipar esta realidade. Contudo, reúne um consenso alargado entre a comunidade científica a ideia de deixar para último recurso as obras pesadas de betão e pedra, privilegiando a realimentação com sedimentos oriundos das operações de dragagens da Ria de Aveiro e da barra do Porto. No médio e longo prazo, é urgente planear, onde tal se justifique, operações de deslocamento de populações na medida em que o avanço de mar seja irrevogável.

Em jeito de conclusão, ficou expressa a ideia de ligar estas questões específicas à necessidade de termos um outro modelo de sociedade onde o interesse comum não seja secundarizado pelos interesses económicos. Um modelo que a CDU propõe ao País e aos portugueses e que apenas pede um oportunidade para demonstrar que esta situação não é inevitável, antes resulta de opções erradas tomadas por sucessivos governos do PS, PSD e CDS.

CDU debate a erosão da orla costeira na Praia do Furadouro

Fotografias


Debate sobre Erosão da Orla Costeira, com Miguel Viegas, primeiro candidato da CDU por Aveiro, e Antero Resende, candidato do PEV.

Publicado por CDU Ovar em Quinta-feira, 27 de agosto de 2015
 
CDU apresenta candidatos na praia de Esmoriz, com presença de Jerónimo de Sousa PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Coordenadora Eleitoral do distrito de Aveiro da CDU (PCP-PEV)   
Sábado, 22 Agosto 2015 20:54

CDU apresenta candidatos na praia de Esmoriz, com presença de Jerónimo de Sousa

Notícia em www.aveiro.pcp.pt.

Nesta sexta feira, num vibrante comício realizado na praia de Esmoriz, concelho de Ovar, foi apresentada a lista completa da CDU - Coligação Democrática Unitária pelo círculo eleitoral de Aveiro. Esta importante iniciativa de campanha, à qual se associaram largas centenas de militantes e simpatizantes, contou com a participação de Jerónimo de Sousa, Secretário Geral do Partido Comunista Português.

No comício intervieram, para além do mandatário da lista, Adelino Nunes, Renata Costa, da Juventude CDU, Antero Resende, do Partido Ecologista «Os Verdes», Miguel Viegas, primeiro candidato da CDU, ficando a intervenção de encerramento a cargo de Jerónimo de Sousa.

Todas as intervenções se centraram, fundamentalmente, na valorização da lista da CDU, na importância do projecto que a CDU apresenta para o país e para a região, e na necessidade de romper com as políticas de austeridade protagonizadas por PS, PSD e CDS, ora coligados, ora governando juntos ao longo das últimas quase quatro décadas.

CDU apresenta candidatos na praia de Esmoriz, com presença de Jerónimo de Sousa

A CDU tem candidatos que se destacam pela sua intervenção cívica e política permanente e não apenas em véspera de eleições. Na palavras de Miguel Viegas, esta lista representa a garantia mais sólida de que os interesses da população e dos trabalhadores serão sempre colocados em primeiro lugar. Para além de contribuir para derrotar a política de direita na Assembleia da República, os deputados da CDU eleitos pelo distrito de Aveiro, marcarão a diferença no exercício do seu mandato, bem ao estilo da CDU, com uma intervenção de proximidade com as populações, denunciando os problemas e propondo soluções.

Quanto ao programa da CDU para o distrito, as ideias principais publicadas já sob a forma de um compromisso da CDU, centram-se na valorização do trabalho e numa mais justa distribuição do rendimento e na defesa dos serviços públicos, num quadro de uma política fiscal mais justa que liberte meios para serem aplicadas em políticas de apoio à produção nacional e regional.

Jerónimo de Sousa, secretárgio-geral do PCP

No encerramento do comício, Jerónimo de Sousa, depois de levantar as diversas questões, entre as quais a proibição da pesca da sardinha que afecta particularmente a população da praia de Esmoriz, sublinhou a importância do trabalho parlamentar do PCP na Assembleia da República que nunca deixou de levantar os problemas do distrito de Aveiro, exigindo soluções. Neste sentido, a eleição de deputados da CDU por Aveiro para a Assembleia da República poderá abrir novas perspectivas de trabalho, contribuindo para dar mais visibilidade aos problemas vividos pelas populações e pelos trabalhadores da região, mas, também, para dar mais força a uma alternativa patriótica e de esquerda que rompa com este rotativismo entre PS, PSD e CDS.

Antero Resende, do PEV

CDU apresenta candidatos na praia de Esmoriz, com presença de Jerónimo de Sousa


Mais fotografias


 
PCP denuncia estado de degradação de monumento à Arte Xávega no Furadouro PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 19 Agosto 2015 12:59

PCP denuncia estado de degradação de monumento à Arte Xávega no Furadouro

O PCP reconhece a relevância patrimonial da Arte Xávega, a sua força singular como marca identitária da costa portuguesa e do povo ovarense, a sua profunda raiz na tradição e na história cultural de Portugal, a sua importância como fonte de interacção cultural entre povos e comunidades, motivo de satisfação e orgulho para todos os ovarenses. Por isso a Comissão Concelhia de Ovar do PCP não pode ficar indiferente a testemunhos que referem que a Arte Xávega se vai perdendo e descaracterizando no tempo, face a tanta indiferença das entidades competentes para com este património cultural e humano.

Nesta linha de pensamento o monumento à Arte Xávega, erigido na rotunda norte da praia do Furadouro e constituído pelo barco da companha Senhora da Graça, encontra-se em elevado estado de degradação, sendo esta condição da responsabilidade da Câmara Municipal de Ovar, já que é proprietária desta embarcação, construída em 1981.

Recorde-se este barco foi oferecido à Edilidade em 1998, pelo proprietário da companha Senhora da Graça, o arrais António Soares Maganinho, tendo a mesma embarcação representado a região na Expo’98. Posteriormente, foi recuperado nas oficinas da Associação dos Amigos do Barco Moliceiro, na Murtosa, tendo sido colocado na rotunda norte do Furadouro em 2002 como forma de homenagear a Arte Xávega que ainda se praticava bastante em muitas praias da região. Em 2004 este barco foi abalroado por um automóvel tendo sido submetido a novos trabalhos de recuperação. Não menos importante de referir é o facto de em 2009, e aproximadamente 1 ano e meio depois, esta embarcação ter sofrido novos procedimentos para obras de consolidação.

PCP denuncia estado de degradação de monumento à Arte Xávega no Furadouro

Através do arrais desta companha, o PCP apurou que para garantir a boa conservação destes barcos devem-se fazer inspecções muito frequentes e executar trabalhos de conservação sempre que se justificar, e não efectuar intervenções correctivas muito espaçadas no tempo como tem sido o procedimento habitual. Por esta razão, e apesar de alguns trabalhos de restauro, o Senhora da Graça tem-se degradado ano após ano, a ponto de eventualmente se ter atingido o ponto de não retorno. Além do nível de deterioração do barco também se perdeu a placa alusiva à relação desta embarcação com a família Maganinho.

Constatando o valor patrimonial desta embarcação e sabendo que se encontra num ponto de grande visibilidade do Furadouro, o PCP, através do seu deputado municipal, Miguel Jeri, já questionou a proprietária deste barco, a Câmara Municipal de Ovar, por que motivo ainda não foram efectuados trabalhos de conservação. Sendo plausível que o nível de deterioração do Senhora da Graça possa não permitir a sua recuperação, o PCP quer ainda saber o que pensa fazer a Câmara Municipal Ovar relativamente a este monumento à arte xávega, isto é, como pensa esta “reparar” a estima e o sentimento que os ovarenses têm por este símbolo da relação das suas gentes com o mar.

PCP denuncia estado de degradação de monumento à Arte Xávega no Furadouro

PCP denuncia estado de degradação de monumento à Arte Xávega no Furadouro


Requerimento


 
Comicio da CDU na Praia de Esmoriz | 21/Agosto, 18h00 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 12 Agosto 2015 22:32

Participa no Comício na Praia de Esmoriz no próximo dia 21 de Agosto.

No próximo dia 21 de Agosto pelas 18 horas no Passeio Marítimo na Praia de Esmoriz junto ao Jardim do Ancoradouro, irá ser apresentada a Lista da CDU - Coligação Democrática Unitária pelo círculo de Aveiro à Assembleia da República, que contará com a participação de Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP.

Apelamos aos camaradas, amigos e simpatizantes que participem neste evento, e divulguem esta iniciativa da CDU!

Comicio CDU 21 Agosto Praia Esmoriz

 
Sobre a informação falsa divulgada pelo PS relativa aos candidatos às eleições legislativas PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Coordenadora de Ovar da CDU (PCP-PEV)   
Quarta, 05 Agosto 2015 21:04

Miguel Viegas, primeiro candidato da CDU pela círculo eleitoral de Aveiro

A Comissão Coordenadora de Ovar da CDU denuncia a falsidade da informação recentemente veiculada pelo Partido Socialista, em nota publicada no dia 2 de Agosto de 2015, na qual afirma ser Vítor Ferreira (vereador do PS) "o único candidato de Ovar, nas listas do distrito de Aveiro, conhecidas que são as listas dos diferentes partidos e movimentos políticos".

Por precipitação ou por pura má-fé, o PS não dispõe de elementos que possam justificar esta afirmação num momento em que muitas listas, incluindo a da CDU, ainda não concluíram a apresentação pública da totalidade dos seus candidatos, e apenas uma comissão política desenraizada do concelho poderá ter permitido a divulgação de tal falsidade.

A CDU alerta ainda para o facto de esta informação estar a ser difundida por órgãos de comunicação social locais, de forma acrítica e sem qualquer trabalho de verificação da verdade.

Sem prejuízo de outros candidatos eventualmente anunciados, a CDU realça a apresentação dos seus 5 primeiros candidatos no passado dia 23 de Julho, facto totalmente ignorado pela comunicação social local, do qual se destacam:

Miguel Viegas - primeiro candidato, activista e dirigente político, ex-eleito na Assembleia Municipal de Ovar e com um trabalho de intervenção política, cívica e associativa marcante, indiscutível e reconhecida no concelho.

Renata Costa - quinta candidata pela CDU, de S. João de Ovar, representou por diversas vezes o PCP na Assembleia Municipal de Ovar e conta com um historial de intervenção política no concelho, especialmente entre a juventude

Renata Costa, quinta candidata da CDU pela círculo eleitoral de Aveiro

A CDU apresentará, a seu tempo, a totalidade da sua lista pelo círculo eleitoral de Aveiro, na certeza de que, independentemente da sua origem geográfica - e como é apanágio da CDU - todos os candidatos estarão em condições de defender os interesses da população e dos trabalhadores não apenas de Ovar mas todo o distrito de Aveiro, bem como de uma política alternativa, patriótica e de esquerda para o País.

Por fim, as forças que compõem a CDU continuarão a pugnar por uma campanha de verdade, de equidistância dos meios de comunicação social e pelos princípios de tratamento igual perante as diversas candidaturas, opondo-se terminantemente que qualquer clima de bipartidarismo seja imposto aos eleitores.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 122